GOVERNO - PB - TOPO
GOVERNO - PB - TOPO - 2
ALPB

Assembleia discute com professores e alunos novas alternativas de ensino na Paraíba

O evento aconteceu no Plenário Deputado José Mariz e contou com a presença de prefeitos, professores, diretores e gestores da educação na Paraíba.

01/05/2019 09h21
Por: Redacao

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou, nesta terça-feira (30), uma sessão especial para debater as novas alternativas em educação na Paraíba. A sessão, proposta pelo deputado Chió (REDE), aconteceu no Plenário José Mariz, e também comemorou o Dia Mundial da Educação, celebrado em 28 de abril. O evento aconteceu no Plenário Deputado José Mariz e contou com a presença de prefeitos, professores, diretores e gestores da educação na Paraíba.
 
Com o intuito de apresentar ao Parlamento paraibano e à população novas formas de fazer educação na Paraíba, o deputado Chió lembrou que é no Poder Legislativo que nascem os projetos, que se transformam em Leis e trazem benefícios ao povo paraibano. “Com esse evento, a gente quer mostrar que existem outras formas de educação na Paraíba e este estado precisa conhecer. A ideia é compartilhar”, declarou Chió.
 
O parlamentar destacou que as técnicas desenvolvidas nas mais variadas escolas da Paraíba precisam ser trazidas à Assembleia. “Aqui na Casa são elaboradas as leis e os marcos regulatórios. A educação precisa inovar, mudar e ter uma nova pauta. A Assembleia Legislativa é o local ideal para que a gente possa estar captando novas técnicas de trabalho para a educação. Queremos compartilhar conhecimento. Nós ouvimos todos os representantes presentes na sessão e a ideia é buscar soluções para a melhoria do setor”, declarou o deputado.
 
Para a deputada Pollyana Dutra, é fundamental que o parlamento, eleito pelo povo, ouça e discuta novas técnicas da educação, para que desta forma novas leis sejam elaboradas. “Estar junto com a população e os representantes dos setores é de extrema importância, pois não há como deixar que tudo seja decidido apenas pelo Executivo. O mundo mudou e a educação tem que se adaptar a essas transformações. Tem que dinamizar, e essa dinâmica tem que passar pelo parlamento”, afirmou.
 
Educação, na opinião o deputado Raniery Paulino, é um tema de extrema relevância e precisa ser debatido constantemente. O parlamentar lembrou que as novas alternativas de ensino devem se adequar inclusive à inclusão social. “Tenho trabalhado com educação inclusiva, especificamente para crianças que têm síndrome de down, autismo. O momento é de somar esforços”, opinou Raniery.
 
Trazer à ALPB os profissionais que atuam na área da educação, de acordo com o deputado Eduardo Carneiro, é tratar da política mais importante do mundo. Segundo ele, é preciso apresentar novas alternativas para lidar com uma geração que não mais se sente atraída pelo modelo tradicional de ensino. “São novas alternativas para que estas crianças de hoje, amanhã se tornem cidadãos que possam trabalhar na área que se identifiquem. Acredito que debater educação é, acima de tudo, um grande aprendizado”, disse o deputado. Eduardo Carneiro acrescentou ainda que trazer à Casa do Povo instrutores, professores e alunos de várias regiões do estado ajuda a dar sequência ao trabalho do parlamentar na elaboração de encaminhamentos para o tema.
 
A deputada Camila Toscano disse que é ouvindo a população, suas idéias e reivindicações, que o parlamento pode conhecer melhor as demandas e as inovações. Desta forma, segundo ela, é possível trazer temas de relevância para o Legislativo. “Nós fazemos um papel importante na Casa, que é o de conviver com a sociedade e evoluir com ela. Precisamos acompanhar essa nova era, essa nova geração. Temos que buscar alternativas para atrair nossas crianças para a escola no sentindo de querer participar. Aqui é um lugar bacana para realizar esse debate e construir ideias e pensamentos para fazer uma nova Paraíba”, disse.
 
Os presentes na sessão assistiram ainda a uma palestra da professora Leila Coelho, gestora da Escola Nossa Senhora do Carmo, na zona rural de Bananeiras, e membro do Núcleo de Educação Transformadora da Paraíba. A palestrante apresentou uma nova metodologia de ensino que foi implantada na escola e que, segundo ela, foge do tradicional, aonde toda a didática é colocada de forma vertical, ou seja, partindo do professor para o aluno. A idéia implantada na escola, de acordo com a gestora, é construída a partir do interesse do aluno.
 
“Na era que a gente vive, esse modelo conhecido como ‘bancário’, como Paulo Freire coloca, não atende mais as reais necessidades do educando de hoje. A gente precisa parar, olhar e perguntar para o educando o que eles querem. Hoje, a gente vem mostrar que essa experiência na Paraíba está sendo reconhecida e alcançando resultados”, ressaltou. A Escola Nossa Senhora do Carmo, de acordo com Leila Coelho, excluiu o modelo de séries no ano de 2015 e desde então atua sem provas e com todas as crianças integradas.
 
Participaram da sessão especial os deputados Cabo Gilberto, Tovar Correia Lima, João Henrique; os prefeitos Olivânio Dantas, do município de Picuí; e André Alves, do município de Remígio; o secretário de Educação Alexandre Rufino, da cidade de Remígio; o representante da classe estudantil, Humberto Balbino, da Escola Integral José Bronzeado Sobrinho; e o gerente executivo da Secretaria de Estado da Educação, Ciências e Tecnologia, professor Robson Ferreira.


MinutoPB

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários