GOVERNO - PB - TOPO
GOVERNO - PB - TOPO - 2
FISCO

Posto de Guaju autua carga de carne com irregularidade

A mercadoria estava circulando com documento fiscal vencido.

22/05/2019 16h18
Por: Redacao

Em ação fiscal de rotina, os auditores fiscais do Posto Fiscal de Guaju, na BR-101, divisa da Paraíba com o Rio Grande do Norte, autuaram na última terça-feira (21) um caminhão que transportava carne com documento fiscal em desacordo com a legislação. A mercadoria estava circulando com documento fiscal vencido. 

Após a constatação da irregularidade no documento apresentado pelo motorista, os auditores lavraram o auto de infração e contabilizaram o valor da carga de carne para a base de cálculo da cobrança do tributo e da multa, gerando um valor de R$ 44.118,76, que foram devidamente pagos.  
“A Secretaria de Estado da Fazenda [SEFAZ-PB] nas ações fiscais de rotina nos postos fiscais tem dado especial atenção à conferência das informações das placas dos veículos que constam nos documentos fiscais. A intenção dessas ações, como as do Posto de Guaju, é a preparação da Fiscalização de Mercadoria em Trânsito para um projeto de modernização que está sendo desenvolvida pela SEFAZ-PB”, adianta o gerente Regional do 1º Núcleo da SEFAZ-PB, Marco Aurélio Fonseca.

Fiscalização intensificada pela SEFAZ-PB – As equipes de fiscalização em trânsito das cinco Gerências Regionais (João Pessoa, Guarabira, Campina Grande, Patos e Sousa) e dos postos fiscais da SEFAZ-PB têm intensificado o trabalho de fiscalização de cargas nas rodovias, nas divisas e em pontos estratégicos das rodovias para ações fiscais móveis e inteligentes, além do interior das cidades. O Objetivo é combater à sonegação fiscal e coibir a circulação de mercadoria com documentação ou inscrição pendente de regularidade e sem o devido recolhimento do ICMS.


Minuto PB

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários