GOVERNO - PB - TOPO
GOVERNO - PB - TOPO - 2
Em João Pessoa

Grupo é detido em motel por tráfico e clonagem

Entre os presos há um presidiário que cumpre pena em regime aberto e é monitorado por uma tornozeleira eletrônica.

06/06/2019 10h15
Por: Redacao

Uma quadrilha especializada em tráfico de drogas e clonagem de cartão de crédito foi desarticulada no início da noite dessa quarta-feira (5) pela Polícia Civil da Paraíba. Dez pessoas foram conduzidas à delegacia, suspeitas de envolvimento nos crimes. Entre os presos há um presidiário que cumpre pena em regime aberto e é monitorado por uma tornozeleira eletrônica.

Os suspeitos estavam em um motel situado no bairro do Bessa, no mesmo apartamento. De  acordo com delegado Bruno Victor Germano, já era a terceira vez que o grupo se reunia no mesmo local. Eles usufruíam dos serviços do estabelecimento e pagavam com cartões de crédito clonados, causando prejuízo de R$ 20 mil.

Com o grupo, a polícia encontrou uma arma de fogo, modelo pistola 380 da marca Taurus, com munições, além de cinco cartões de créditos que possivelmente clonados e aparelhos celulares. “A gente estava investigando a origem de dinheiro do tráfico de drogas quando chegamos a essa quadrilha criminosa e descobrimos essa prática de clonagem de cartões de crédito”,afirmou o delegado.

Entre as dez pessoas conduzidas à delegacia, há três adolescentes com idades de 16 e 17 anos. Eles serão ouvidos pelo delegado e entregues aos seus responsáveis. Os adultos serão autuados por crimes de estelionato, corrupção de menores e porte ilegal de arma de fogo e oferecimento de bebida alcoólica a menor de idade .

Eles serão conduzidos à carceragem da Central de Polícia, no Geisel, onde ficarão presos até serem apresentados à audiência de custódia , nesta quinta-feira (6).

 

MaisPB

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários